Ensinamentos da Alma

Porque os olhos se fecharam
numa noite de devaneio, de loucura
Veio o coração reclamar
Dizer que não podia continuar.

Não se pode ignorar o frio que surge
nos corpos, como uma bruma
que se instala na calada da noite
sem pré aviso ou pedido de notificação.

Este estado intermédio em que
a serenidade é um bem aparente
nada agarra, sem conseguir largar.
Espera, expectativa, sonho.

Vi com os olhos do coração para
tudo o que aconteceu, aceito,
Mas não compreendo.

Tudo serve de ensinamento,
O desespero, a angústia, a impotência,
O choro, o cansaço, as lágrimas,
O vazio, a imobilidade do corpo.
A tristeza permanece inabalável

Até que o pote esteja cheio e decida Transbordar.
Dá o salto! 29/05/08

Comentários

Mensagens populares